Suíça e checos regressam às meias-finais da Taça Billie Jean King

A Suíça, vice-campeã da Copa Billie Jean King no ano passado, está de volta às semifinais depois que as medalhistas olímpicas Belinda Bencic e Viktorija Golubic as conquistaram por 2 a 0 à frente do Canadá nas partidas da primeira fase.

A Suíça enfrentará a República Tcheca nas semifinais. Na noite de sexta-feira, os tchecos, 11 vezes campeões da Billie Jean King Cup, eliminaram os Estados Unidos, 18 vezes campeões, por 2 a 0.

A Austrália enfrentará a equipe da casa da Grã-Bretanha na outra semifinal em Glasgow, na Escócia.

Bencic garantiu o empate de sexta-feira para a Suíça ao vencer Leylah Fernandez por 6-0, 7-5 na segunda partida de simples. Bencic converteu seis de seus 10 break points para vencer em 89 minutos e empatar em 2 a 2 contra Fernandez.

“Sinto que estou me movendo muito bem e estou apenas tentando lutar por cada ponto”, disse Bencic na quadra após sua vitória. “Acho que você entra um pouco no ritmo, e é claro que é ótimo ser pressionado pela minha equipe e ter o coração na manga”.

Os backhands brilhantes de Bencic ajudaram-na a jogar os primeiros sete jogos do jogo. O tempo de Fernandez acelerou à medida que a partida avançava, pegando a bola cedo para manter o segundo set apertado, mas Bencic serviu o jogo pela segunda vez pedindo para selar o empate para os suíços.

No primeiro confronto do dia, Golubic voltou de um set para se recuperar da campeã do US Open de 2019, Bianca Andreescu, por 2-6, 6-3, 6-4. Andreescu reduziu a vantagem de Golubic no terceiro set de 4-0 para 5-4, mas Golubic encontrou um saque sólido no jogo final e conquistou a vitória em 2 horas e 8 minutos.

“Deu muito de mim hoje e acho que meu time me deu muito apoio”, disse Golubic em campo depois. seria uma perda fácil em dois sets. Mas também consegui aproveitar a energia da torcida, e foi uma grande partida.

A Suíça ainda busca seu primeiro título da Copa Billie Jean King. Além do segundo lugar no ano passado, eles também terminaram em segundo em 1998.

A República Tcheca garantiu a última vaga nas semifinais ao eliminar os Estados Unidos com duas vitórias consecutivas. Marketa Vondrousova começou o dia para os tchecos com uma expulsão de Danielle Collins por 6-3 e 6-3 em 1 hora e 12 minutos.

Vondrousova estava jogando apenas seu terceiro evento quando voltou de uma paralisação de seis meses por lesão, mas agora venceu suas últimas seis partidas de simples. A ex-número 14 do mundo Vondrousova ganhou um título ITF Challenger em Shrewsbury, Grã-Bretanha, na semana passada, empurrando-a de volta ao Top 100.

Vondrousova, vice-campeã de Roland Garros em 2019, ganhou 81% de seus pontos no primeiro saque para superar Collins, vice-campeã do Aberto da Austrália deste ano. Collins venceu um jogo exaustivo de 13 minutos para abrir uma vantagem de 3 a 1, mas Vondrousova imediatamente se recuperou, vencendo os próximos oito jogos consecutivos a caminho da vitória.

Katerina Siniakova, em seguida, garantiu o empate com uma vitória por 7-6(1), 6-1 sobre Coco Gauff. Siniakova, a WTA dobra o mundo não.

Duas quebras de serviço cada no primeiro set alinharam o desempate, que Siniakova dominou. Uma vitória de forehand no canto deu a Siniakova uma vantagem de 4 a 1 no break, e ela atraiu erros de Gauff a partir daí para assumir a liderança de um set.

Siniakova chegou ao segundo set, onde converteu seus dois break points. Gauff, jogando a primeira partida de simples da Billie Jean King Cup de sua carreira, perdeu 18 erros não forçados nesse set.

A República Tcheca conquistou seis dos últimos 10 títulos da Billie Jean King Cup, com seu último campeonato chegando em 2018. Siniakova também venceu esse empate, que também venceu os Estados Unidos, derrotando Sofia Kenin no último jogo em simples.