Gallagher, comediante conhecido por esmagar melancias, morre aos 76 anos

Gallaghero comediante inventivo conhecido por esmagar melancias como parte de seu ato, morreu de falência de órgãos na sexta-feira, seu ex-empresário Craig Marquardo confirmou ao Variedade. Ele tinha 76 anos.

Gallagher estava em cuidados paliativos na Califórnia depois de sofrer vários ataques cardíacos nos últimos anos.

Nascido Leo Anthony Gallagher Jr., o comediante monônimo tornou-se um nome familiar em 1980 com “An Uncensored Evening”, o primeiro especial de comédia a ir ao ar no Showtime. Gallagher iria criar mais 12 especiais de uma hora para a rede, bem como vários programas populares para a HBO.

A peça de assinatura de Gallagher envolveu uma marreta artesanal que ele chamou de “Sledge-O-Matic”, que ele usou para esmagar comida no palco e pulverizá-la na platéia. A vítima de marca registrada de seu martelo era melancia. Gallagher também se tornou famoso por seu jogo de palavras espirituoso e comédia observacional afiada.

Enquanto seus contemporâneos continuavam apresentando talk shows ou estrelando seriados ou filmes, Gallagher permaneceu na estrada nos Estados Unidos por quase quatro décadas, fazendo turnês regularmente até a pandemia do COVID-19 e atuando em mais de 3.500 transmissões ao vivo ao longo de sua carreira. Em seus últimos anos, Gallagher fez um longo comercial da Geico e apareceu em seu primeiro filme, “The Book of Daniel”. Em 2019, ele embarcou em uma turnê de despedida apelidada de “Last Smash”.

No início da década de 1990, Gallagher deu a seu irmão, Ron Gallagher, permissão para fazer shows usando a rotina “Sledge-O-Matic”, desde que o material promocional indicasse claramente que era Ron, e não Leo, quem estava tocando. Depois de vários anos, Ron começou a comercializar seu ato como Gallagher Too ou Gallagher Two, e em alguns casos não ficou claro que ele não era, de fato, o Gallagher original. Leo pediu a Ron para parar de fazer o esquete “Sledge-O-Matic”, mas seu irmão continuou a fazer a rotina. Em 2000, Leo processou seu irmão por violação de marca registrada e propaganda enganosa, e os tribunais emitiram uma liminar impedindo Ron de realizar qualquer ato que se passasse por Leo, além de se parecer com ele intencionalmente.

Vídeo relacionado: Comediante Gilbert Gottfried morre aos 67 anos após ‘longa doença’

Gallagher se envolveu em outro processo no início dos anos 90, quando uma mulher chamada Robin Vann o processou por ferimentos sofridos durante seu programa. Buscando US $ 100.000 em danos, Vann alegou que sofreu ferimentos na cabeça que a fizeram perder seis meses de trabalho depois que Gallagher quebrou um suporte que a atingiu. A corte novamente ficou do lado de Gallagher.

Mais tarde em sua carreira, Gallagher enfrentou acusações de racismo e homofobia em seu ato, com alguns lugares até cancelar transmissões. Em um episódio agora infame de seu podcast “WTF”, Marc Maron entrou em conflito com Gallagher sobre a concepção de que seu ato é depreciativo. No podcast, Gallagher dobra seu material ofensivo e acaba saindo da entrevista.

Em declaração prestada VariedadeMarquardo escreveu sobre seu ex-cliente: “Embora Gallagher tivesse seus detratores, ele era um talento inegável e uma conquista americana.

O melhor da variedade

Registrar para Boletim informativo de variedades. Para as últimas notícias, siga-nos em Facebook, Twittere Instagram.

Clique aqui para ler o artigo completo.